É SEGURO COZINHAR NO MICROONDAS?!

Primeiro é importante percebermos qual o seu mecanismo de funcionamento.


É através de ondas electromagnéticas que conseguimos aquecer a comida. Esta emissão é capaz de mexer as moléculas de água que estão dentro de praticamente todos os alimentos. O aquecimento faz-se precisamente através do movimento das moléculas de água a mexer.

O microondas tal como conhecemos data de 1967, embora uma versão anterior ligada exclusivamente ligada á industria da restauração estivesse em utilização desde os anos '50.

Será que esta radiação poderá alterar outras moléculas (que não as da água) dos alimentos e alterar o seu valor nutricional?


Parece muito pouco provável isso acontecer. A água é uma molécula muito leve, enquanto as restantes moléculas (hidratos de carbono, gordura e proteínas são moléculas mais pesadas). E é por esta razão que se consegue perceber como é que determinados alimentos aquecem mais rápido do que outros. Os alimentos que têm mais água na sua composição são confecionados mais rápido (ex: sopa).  Seja para aquecer, descongelar ou cozinhar, a DECO garante que estas radiações não alteram a composição dos alimentos. Segundo a Harvard Medical School, quanto menos tempo o alimento “passar” dentro do microondas maior a preservação nutricional do alimento. Cozinhar a vapor ou utilizando o microondas conserva mais nutrientes do que cozer em água.



A segurança do microondas pode estar mais relacionada com o tipo de recipiente em que aquece a comida do que com o aparelho em si.

Utilize sempre que possível recipientes de vidro, têm menos risco de migração de elementos tóxicos e uma elevada resistência térmica. Para além disso não absorvem dos alimentos os pigmentos com cor nem o cheiro!


Joana Santos Nutricionista

Venha conhecer-nos e sinta a diferença

GVN | OHC | IHC

OMG www.omeuginásio.com

310 visualizações

© O Meu Ginásio